sexta-feira, 22 de maio de 2015

Turnê americana dos Rolling Stones começa domingo



Mick Jagger e Keith Richard no Fonda Theatre quinta 20 de maio

Os Rolling Stones começam no domingo a Zip Code Tour que os levará a 15 cidades americanas de 24 de maio a 15 de julho com folgas de dois a seis dias pros velhinhos se recuperarem. A estreia será  no Petco Park de San Diego, Califórnia. Como escolheram tocar em estádios e a preços bem salgados, na noite de sexta-feira ainda havia ingressos para a estreia e para os demais concertos. O grande guitarrista de blues rock Gary Clark Jr. vai abrir em San Diego às oito da noite. Como estão lançando uma nova versão do álbum Sticky Fingers, de 1971, a banda tocará a íntegra do álbum na turnê, mas não na ordem do disco. Jagger disse que será na ordem do cartucho de oito canais lançado na época. 





Um concerto surpresa de esquentamento aconteceu na quinta-feira no Fonda Theatre para 1.200 fãs enlouquecidos por poder ver a banda de perto e ao preço de apenas cinco dólares por pessoa. O show ficou em segredo até o meio-dia de quinta, quando foi anunciado e os ingressos se esgotaram em segundos. Os cambistas se deram bem e alguns fãs pagaram de  US$ 1 mil a US$ 10 mil  para ver a banda.

Os Stones são conhecidos por cobrar preços altos em suas apresentações. O estádio Petco Park, de San Diego, tem capacidade para 42.445 pessoas. O ingresso mais caro, perto do palco e grudado na passarela que avança pela pista, custa a bagatela de US$ 4483 e ali na vizinhança por US$ 2483. No lugar mais alto da arquibancada, de frente pro palco, custa US$ 217 o par de ingressos (no site não tem individual), na arquibancada lateral direita US$ 262 por duas entradas. Na parte de baixo, logo depois das áreas mais caras, há par de cadeiras a US$ 465 e US$ 381.

 





Dia oito de junho vai pra rua a nova edição de Sticky Fingers em sete formatos com versões alternativas de várias canções do álbum. Eles anteciparam duas delas: Bitch, com letra modificada em versão longa com solos arrasadores de Keith Richards (Mick Taylor toca violão) e Wild Horses, sem o solo e frases de guitarra da versão lançada. Nas edições de luxo há uma Brown Sugar com Eric Clapton na guitarra e ainda faixas ao vivo filmadas no lendário Marquee Club em 1971.

Este do Marquee vai ser lançado na íntegra em DVD no dia 22 de junho. O engenheiro de som Glyn Johns conta em seu livro Sound Man que a gravação correu normalmente por uns 40 minutos e aí deu uma parada para Keith afinar o violão de 12 para Wild Horses. Keith sentou na beira do palco e começou a afinação. Glyn ouviu aquilo por uns cinco minutos e depois silêncio. Foi ver se Keith estava pronto e o viu na mesma posição com a cabeça baixa. Adormecera.

 
Setlist do concerto de quinta no Fonda Theatre. Rock Me Baby é homenagem a B.B. King e Can't Turn You Loose é de Otis Redding



Aí Mick Jagger decidiu que tinha acabado e todo mundo começou a desmontar tudo, o publico foi embora.  Uma hora depois, quando Glyn conversava com Jagger e Charlie Watts, começaram a ouvir de novo a afinação do violão. Keith acordara e ficou espantado quando não viu mais ninguém. Outra de Keith nesse dia foi que chegou atrasado e deixou o carro no meio da rua com a porta aberta. Daí engarrafou tudo e um policial puto entrou no teatro para mandar alguém estacionar o bloody car, além de aplicar uma multa.

 



Veja aqui os diversos formatos da edição de Sticky Fingers

Um comentário: