domingo, 28 de junho de 2015

Rock perde um de seus fundamentais baixistas, Chris Squire






O rock sofre hoje uma enorme perda com a morte do grande mestre das notas graves, Chris Squire, do Yes, aos 67 anos Ele sofria de uma forma rara e devastadora de leucemia. Um dos maiores baixistas da história do rock e o maior do rock progressivo. O tecladista Geoffrey Downes, do Asia, e do Yes em 1980, 2013, 2014 e 2015, deu a notícia no twitter abaixo e, em seguida, a banda, em nota oficial no Facebook. 





Valeu muito Chris, você influenciou baixistas de várias gerações que levam adiante seu legado. Chris gravou três álbuns solo, colaborou  em discos de mais de 20 artistas e em 21 álbuns de estúdio e 10 ao vivo do Yes, o único integrante da banda a estar presente em toda a discografia.

Conheci o Yes através de um  amigo que vivia no exterior e, numa visita, trouxe o Yes Album, isso  na época do lançamento. Fiquei chapado com a  banda e com aqueles graves que saturavam minhas caixas Bravox. Este se tornou um de meus favoritos, juntos com o Fragile e o Close To The Edge. O show no primeiro Rock in Rio foi marcante, inesquecível. Quando o Yes começou na tocar eu estava na sala de imprensa batendo matéria pra enviar pro Jornal do Brasil e as divisórias tremiam como se fosse um terremoto. Chris Squire era o Deus do Trovão.

 


Utterly devastated beyond words to have to report the sad news of the passing of my dear friend, bandmate and inspiration Chris Squire. #yes
    — Geoffrey Downes (@asiageoff) June 28, 2015
 
Nota oficial do Yes:
"É com o coração extremamente pesado e insuportável tristeza que devemos informar o falecimento de nosso querido amigo cofundador do Yes, Chis Squire. Ele fez uma passagem tranquila noite passada em Phoenix, Arizona.

Em toda a existência do Yes, Chris foi o pilar e, de diversas maneiras, a cola que o manteve intacto por todos esses anos. Por conta de sua fenomenal performance no baixo, Chris influenciou incontáveis baixistas em todo o mundo, incluindo os  mais famosos. Chris também era um fantástico compositor, autor e coautor da música mais significativa do Yes, bem como de seu álbum solo Fish Out of Water.

 





Fora do Yes, Chris era o amantíssimo esposo de Scotty e pai de Carmen, Chandrika, Camille, Cameron e Xilan. Com seu afável caráter tinha muitos amigos...incluindo cada um de nós. Mas não era apenas nosso amigo, mas parte de nossa família e nós  o amaremos e sentiremos sua falta para sempre."

A nota, em inglês:
"It’s with the heaviest of hearts and unbearable sadness that we must inform you of the passing of our dear friend and Yes co-founder, Chris Squire. Chris peacefully passed away last night in Phoenix Arizona.

 





For the entirety of Yes’ existence, Chris was the band’s linchpin and, in so many ways, the glue that held it together over all these years. Because of his phenomenal bass-playing prowess, Chris influenced countless bassists around the world, including many of today’s well-known artists. Chris was also a fantastic songwriter, having written and co-written much of Yes’ most endearing music, as well as his solo album, Fish Out of Water.

Outside of Yes, Chris was a loving husband to Scotty and father to Carmen, Chandrika, Camille, Cameron, and Xilan. With his gentle, easy-going nature, Chris was a great friend of many … including each of us. But he wasn’t merely our friend: he was also part of our family and we shall forever love and miss him."



Nenhum comentário:

Postar um comentário