quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Festa da radiocultfm.com tem as bandas La Guerra, Kapitu e a alma de Jimi Hendrix


Fotos de Cleber Junior

A banda de Niterói Kapitu foi a grande atração da noite na festa que lançou a nova programação da nossa radiocultfm.com. A chuva forte prejudicou o movimento, mas quem foi teve rock do bom na pista com os DJs Luck Veloso e André Luiz Costa e dois shows, o primeiro com o trio pesado La Guerra e o segundo com a Kapitu.  Por ser no meio da semana, respeitou-se o horário de quem trabalha no dia seguinte, então a festa foi de 20h à 0h30. Nos primeiros 150 minutos, Andre e Luck mostraram a sonzeira da nova programação, rock visceral de todas as épocas, de Rolling Stones a Kaiser Chiefs, de Chuck Berry a Sex Pistols, mestres como Jimi Hendrix, bandas atemporais como Led Zeppelin.

Andrea Andion, titular do programa Andion On Stage, de entrevistas com bandas, fez as honras de Mestre de Cerimônias. Deu uma rápido histórico da rádio, já em seu sexto ano e anunciou o power trio La Guerra formado por Juliano De La Guerra (guitarra e vocal), Ed Helderson (baixo) e Carlos Salles (bateria) que abriu os trabalhos com uma homenagem ao maior dos mestres do rock, Jimi Hendrix, com Foxy Lady. 


La Guerra

A seguir o trio apresentou o repertório autoral do álbum que estão gravando. Abanda faz um som pesado de qualidade, Juliano usa timbres de hard rock que remetem ao Grand Funk Railroad, mas a banda ainda precisa de ajustes no entrosamento. São bons músicos, trata-se apenas de tempo de estrada e ensaios para que se torne uma unidade coesa.

Yuri tomado por Hendrix

A banda seguinte, a Power Niteroiense Kapitu, está mais do que pronta. Afinal são oito anos com a mesma formação, o que é um grande trunfo. O guitarrista Jhaba me disse brincando que se conhecem tão bem quem quando erram, erram juntos. Mas erros, se aconteceram, só eles mesmos perceberam, porque a plateia se empolgou com a alta qualidade do som. Na semana passada tocaram em Niterói com outra nova banda forte, a Facção Caipira. A Kapitu já tem dois álbuns, o mais recente se chama Vermelho. Os dois estão disponíveis para download no site da banda em kapitu.com.br. É mais uma nova banda do Rio que vale a pena conhecer, numa cena que cresce a cada dia para desmentir os que dizem que o rock brasileiro morreu. O rock está botando os watts para fora de alto a baixo dos Brasis.

Juliano La Guerra em momento Hendrix, de olho no telão

Yuri Corbal (guitarra e vocal), Jahba (guitarra), Irlan Guimarães (baixo) e Rafael Marcolino (bateria) tocam um repertório é de qualidade com letras feitas por Benito Corbal, o quinto Kapitu, pai de Yuri. O repertório foi basicamente do novo álbum, Vermelho, com muito gás e altos solos de Yuri, bastante aplaudidos e assoviados. A noite terminou num delírio Hendrixiano com as duas bandas juntas em Foxy Lady. Baixou o Jimi no Yuri e o Hendrix no Juliano e os dois quase fazem as guitarras pegar fogo. Por pouco não corro pra pegar um extintor. Não podia ser um final mais roquenrol.


A equipe da Cult e as bandas - Foto de Nem Queiroz

Foi a primeira festa da nova fase da CultFM.Com e outras virão quase certamente no Odisseia que, por suas características meio CBGB meio Marquee, tem tudo a ver com o physique du role rock da Cult. A noite teve a produção competente de Liliana de la Torre, nova e marcante aquisição da Cult, que vem somando talentos e se fortalecendo a cada dia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário