sábado, 23 de setembro de 2017

Ney Matogrosso e Jorge du Peixe não se entendem em show no Rock in Rio

Ney Matogrosso e Jorge du Peixe - Foto de Cleber Junior

A ideia de juntar Ney Matogrosso com a Nação Zumbi para cantar canções da primeira banda de Ney, a Secos e Molhados, foi uma das mais marcantes ideias do Rock in Rio e criou a maior expectativa. Só que não funcionou.

A culpa foi do péssimo vocalista da Nação, Jorge du Peixe. Timbre grave, sem alcance algum, voz monótona desprovida de qualquer  colorido, aprisionou Ney Matogrosso num beco sem saída. Foi como juntar em dueto Pavarotti e Rogério Flausino. Não deu liga.

Jorge fazia a primeira voz e Ney a segunda nos duetos, o tom de Sangue Latino teve que ser baixado e Ney simplesmente não conseguiu colocar a voz e desafinou. Será que não ficou claro nos ensaios que a mistura não ia dar certo? Devia, né, porque ficou tão evidente no palco.

A Nação tem uma base rítmica espetacular, um baixão e a guitarra endiabrada do gênio Lúcio Maia, mas um homem de frente que não segura a onda. Não vou nos shows da Nação porque a voz de Jorge du Peixe me dá agonia. O resultado foi um vexame que Ney Matogrosso não merece. Felizmente cantou Rosa de Hiroxima sozinho, sem o contrapeso. A belíssima Fala também saiu ilesa, Jorge cantou, mas deixou a maior parte para Ney.

A base pelo menos funcionou a contento. Lucio Maia supercriativo nas levadas e solos, pilotando várias guitarras, incluindo Les Paul, Flying V e Strato. Lamento que uma ideia tão genial tenha esbarrado numa incompatibilidade vocal.

Destaco uma saudação pela paz nas comunidades, destinado à conflagrada Rocinha e a impactante Tem Gente Com Fome (Dá de Comer). Ney ficou longe de seu impacto visual e cênico. Nem vou me estender mais. O Palco Sunset acumula muitos acertos, um equívoco destes não compromete. Como diz o ditado americano Shit Happens.



A última foi Quando a Maré Encher - Via Multishow


3 comentários:

  1. Ouvi vários comentários salientando o que você disse, Jamari. What a shame! Eu não vi, mas esperava que desse liga. Pelo visto, não deu.

    ResponderExcluir
  2. Tive o desprazer de assistir, doía os ouvidos.... Água e óleo, infelizmente!!!

    ResponderExcluir
  3. Finalamente encontrei alguém com a mesma percepção que eu tenho com o Jorge du Peixe, se ele já era ruim tocando alfaia , ficou pior quando foi pra posição de vocalista. É intragável! Nação Zumbi já foi minha banda favorita, mas cada vez é mais decepcionante, vide a história com o Gilmar Bola 8.

    ResponderExcluir